Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Gazeta do Repórter

Informar e acompanhar a cultura, desporto e reportagens. Dar voz a quem não a tem e dar destaque a quem merece ser destacado!

O Programa da Cristina para Amigos! O Dia do Super Ego!

24.09.20 | Rogério Rosa

De simples e humilde, foi-se revelando cada vez mais egocentrica.

Começou a dar nas vistas na Tvi, ao lado de Manuel Luis Goucha, tendo conduzido com ele ao longo de 14 anos, o programa “Você na Tv”. Fim dos quais, desandou para a Sic. Com um projeto à sua medida e com o seu nome, “O Programa da Cristina”, A meu ver e de muitos, era algo para dar certo, como deu. Foram 2 anos. Segui, vi e acompanhei. Fui um dos que também lá quis ir. Sou ator e por isso pedi várias vezes e nunca obtive resposta. Ainda assim, via o programa. No entanto, levava lá muita gente com historias de vida incríveis e inspiradoras, como sei que era a minha.

Inesperadamente, voltou para a Tvi e fez mais uma grande exibição. O programa”O Dia de Cristina”. Foi sem duvida, um programa para os Amigos, que não lhe garantem audiências, mas sim o publico em geral, que liga pouco e que nas redes sociais, nem sequer responde a ninguém. Não tenho dúvidas que o poder subiu-lhe à cabeca. Fez já alguns estragos, como afastar um grande senhor da apresentação Carlos Ribeiro no “Somos Portugal”, levando o Ben, seu fiel escudeiro e criando para ele o Camião do Ben. Trazer amigos da Sic para a Tvi, onde antes, os levou para a Sic, prova que o poder subiu e aquela menina simples e humilde, deixou de existir.

Só estou contra que afaste gente profissional com carreiras longas em detrimento de gente que tem tão pouco tempo de experiencia e que não possa ou não queira dar oportunidades a outros, que não sendo Amigo, têm o mesmo direito a trabalhar naquilo que melhor sabe fazer. Esqueceu-se, que no inicio precisou que lhe dessem a mão e acreditassem nela. No meu caso, perdi o interesse pelos programas que faz, já que não são para beneficiar quem precisa de trabalhar, de ter oportunidades como tantos mais.

Seguirem: #agazetadoreporter

Rogério Rosa – Repórter.

De ex-Concorrente de"Idolos" ao Inferno!

16.09.20 | Rogério Rosa

ana idolos.jpg

Uma reportagem, ontem transmitida no Jornal da Noite da SIC, mostrou uma mulher prostituta, grávida, que em tempos de pandemia ficou com a clientela reduzida. Mas, perguntam vocês, e então o que tem de diferente das de mais? Muito, está Ana, chegou a ser concorrente do concurso”Ídolos”, a quem lhe foi negado realizar o sonho de cantar. Foi eliminada numa gala por Manuel Moura dos Santos e não passou. Isto revela muito dos outros e do quanto era importante sonhar e cantar. De recordar ainda que há quem lhes tenha feito ver que, o serem eliminados não faz delas más cantoras, que o diga Luciana Abreu, que também foi eliminada e hoje é uma excelente atriz e cantora. Esta Ana, não teve sorte, nem quem a apoiasse e para já, quer o destino que ande na rua, a prostituir-se, em quanto o pai da criança não regressa de França.
Uma história de vida que muitos sonhadores acabam mal, mas pode haver sempre retorno e uma grande lição.

ana, o sonho.jpg

                                      #baseadona repoortagemsic

                                      Rogério Rosa - Repórter

Ana Rocha de Sousa, de Atriz a Realizadora premiada

13.09.20 | Rogério Rosa

Ver a imagem de origem

A realizadora portuguesa Ana Rocha de Sousa foi distinguida ontem, no Festival de Cinema de Veneza, com dois prémios pelo seu filme Listen. Os prémios entregues a esta jovem realizadora portuguesa foram o Leão do Futuro que premeia as primeiras obras dos realizadores e o prémio especial do júri designado por Horizontes.
O prémio Leão do Futuro – Luigi De Laurentiis atribuído a Ana Rocha de Sousa foi no valor de 100 mil dólares (84.4 mil euros).

Quando ontem recebeu os prémios mencionados Ana Rocha de Sousa agradeceu a Veneza por não desistir do cinema, referindo que o mais importante é a mensagem que está a tentar espalhar e citamos Este filme não é apenas sobre a minha expressão como cineasta, é sobre a proteger aqueles que precisam de proteção. Este filme é dedicado a todas aquelas famílias que atravessam momentos muito difíceis e essa imensa dor.

Ana Rocha de Sousa emocionada quis deixar uma mensagem em português:
Obrigada ao ICA, eu quero agradecer ao ICA, à RTP, ao Rodrigo Areias do fundo do coração, não seria possível estar aqui se não fosse o Rodrigo. Aos meus pais, à minha família, à minha filha: Amália este filme é para ti

Na passada sexta-feira a realizadora portuguesa foi agraciada com  com o prémio Bisato d`Oro de melhor realização e com o prémio Sorriso Diverso Venezia, pela abordagem às questões sociais, ambos galardões paralelos ao festival.

Em declarações à Lusa, Ana Rocha de Sousa comentou Não é de todo um filme contra ninguém em específico, mas pretende levantar questões; se não haverá outras formas de salvaguardar o superior interesse destas crianças e destas famílias para lá da adoção. (…) A grande dificuldade do tema são algumas definições demasiado subjetivas em termos legais que tornam o sistema [social] muito falível.

Ana Rocha de Sousa antes de ser realizadora foi atriz, tendo participado nas seguintes produções televisivas RiscosA raia dos medosMorangos com açúcar e Jura. Esta jovem realizadora do cinema português, atualmente com 41 anos, está já a preparar a sua segunda metragem.

Neste filme para além de Lúcia Moniz, no papel de protagonista, participam ainda nos principais papéis Ruben Garcia e a atriz britânica Sophia Miles.

Lúcia Moniz representou Portugal no Festival Eurovisão da Canção em 1996 com o tema O Meu Coração Não Tem Cor, tendo-se classificado em 6º lugar, a melhor classificação portuguesa até à vitória lusa em 2017-

Fonte: Academia Portuguesa de Cinema, RTP Notícias, Sapo Magg

Amigo quando verdadeiro vale Ouro. Será que ainda se encontra?

08.09.20 | Rogério Rosa

eu-adoro-voces-porque-so-os-melhores-amigos-oferec

 

Simplesmente Amigo


Amizade nem sempre é pensar do mesmo jeito, mas abrir mão de vez em quando. Amizade é como ter um irmão que não mora na mesma casa. É compartilhar segredos e emoções. É compreensão, é diversão. É contar com alguém sempre que precisar. É ter algo em comum, é saber que se tem mais em comum do se imagina. É sentir saudade. É querer dar um tempo. É dar preferência. É bater um ciúme.

Amizade que é amizade nunca acaba, mesmo que a gente cresça e apareçam outras pessoas no nosso caminho, porque amizade não se explica, ela simplesmente existe! Dê valor a suas amizades."

Infelizmente, há muita gente que vive ou sobrevive sem nenhum amigo. Há gente, que é rejeitada pela familia, sem nunca ter percebido o porquê.

Seria tão bom que todos tivessem motivo de terem amigos de vervade e não os interesseiro ou os simplesmnete conhecidos.

Rogério Rosa - Repórter

#vidasreaismagazine