Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Gazeta do Repórter

Informar e acompanhar a cultura, desporto e reportagens. Dar voz a quem não a tem e dar destaque a quem merece ser destacado!

Balanço de 2020, o pior!

31.12.20 | Rogério Rosa

feliz-natal-e-prospero-ano-novo-2021.jpg

          Em cada fim de ano, costuma-se fazer um balanço justo do que se passou ao longo dos 12 meses, mas este ano 2020, foi na grande maioria, o pior que aconteceu. Foi o ano atipico, que nos trouxe a maior desgraça que há memória. A Pandemia.

          A covid, veio destronar todo o sucesso, paz e amor entre o Mundo. Alastrou o mundo inteiro, matou milhões de pessoas e fez crescer brutalmente o desemprego. Nunca se pensou, que alguma vez nos viamos uns aos outros de máscara, sem ser no Carnaval. Por isso, este foi para todos os efeitos o pior, embora que se possa também ter um outro olhar positivo. A tecnologia nunca fez tanto sentido e se tornou tão útil como durante o confinamento. Já no ensino foi muito +util para milhares de alunos que cxomeçaram a ter aulas online, bem como também, os Centros de Emprego, optarem por fazerem formações online. Bom para muita gente,m mas sem nenhum contacto fisico, sem nenhum afeto, amizade, o falar pessoalmente, as ajudas nas aulas, o abraço, o beijo, tudo foi impedido pelo virus.

          O Ano 2020, poderia ter sido um ano brilhante de muitas oportunidades e de saúde, mas foi tudo menos isso. O trabalho infernal dos profissionais de Saúde. Centenas de profissionais infetados, alguns terminaram fatalmente. Os lares foram muitas vezes apanhados pelo virus e onde morreram muitos idosos, mas também vários jovens. Por isso, não podia ser pior.

          No entanto para 2021, desejo muita saúde, emprego, e uma Vida mais próxima de novo do normal.

Rogério Rosa - Repórter

 

h

OS MEUS NATAIS SEMPRE FORAM AVULSOS, COMO JOSÉ, FORA O MEU PRIMEIRO NOME!

25.12.20 | Rogério Rosa

eu em israel.jpg

eu e glo.jpg

eu e avós.jpg

Desde que saí do colégio em 1979, que tive só Natais avulso. Natais, que ia passando, quer em casa do meu pai, durante 2 anos, quer em casa dos meus tios, mais ou menos 2 anos também. Cheguei a passar um desses Natais em casa de uns primos de Ramalho Eanes em Alcains. Nunca fui feliz, mas sempre me acomodei ás situações. Viver em colégios, fez com que não sentisse a falta da família, sobretudo, quando as mesmas, nunca gostaram de mim. Os Natais em casa da mãe, que por falta de gosto, de espirito de Natal e de Família, não era Natal. Depois em casa de amigos do colégio para onde ia, aí sim, era o que sempre sonhei. Mas tinha de viver com a família que me coube e esta, infelizmente não se escolhe. Ser deficiente visual, numa família ignorante e na década de 60 e seguintes, não era fácil. Lembro-me em casa dos meus avós maternos, num Natal em se distribuía prendas, a minha irmã mais velha levou e eu não levei nenhuma. Nesse instante, a minha irmã, num ato de solidariedade, acabou por dividir comigo algumas dessas prendas. Em casa dos meus tios, o Natal era de facto Natal. Havia divertimento e prendas para todas, para mim também. O Natal é de alegria, sonhos e de união, mas nunca senti isso desde criança. Desprezado e odiados pelos avós maternos, que 50 anos depois, ainda não há resposta sobre o porquê e certamente, nunca terei resposta. A começar por me chamar José Carlos e mais tarde, obrigarem os meus avós paternos e o Padre Vicente, que me batizara, a anularem-me o nome e a colocarem o nome que hoje tenho, Rogério. Nome do avô materno que nunca gostou de mim. Sei que não é altura de lembrar isso, mas é a altura de afirmar, que se pode ser acomodado com pouco. Que nem sempre o espirito de família pode prevalecer e que se vive bem sem isso. José, que apesar de ser nome da minha mãe e do meu pai e que por consequência e bom senso, deveria ser o meu também. Não tenho memória dos Natais, nem do amor que nos unia e não nos une, mas sim, dos Natais que ia conhecendo um pouco de casa em. casa. Lembro-me de um Natal, que me marcou profundamente, quando me tornei um sem-abrigo. Longe de todos, sem prendas, sem as delicias á mesa e sem gente á mesa. Deitado fiquei, numa pensão já com18 anos de idade, mas antes cheguei a ir á rua, onde o meu pai morava. Estive parado á chuva e fiquei a olhar para a janela, onde podia ver as luzes da árvore de Natal e lembrar-me que, naquela hora, podia estar lá, á mesa e abrir os presentes com as minhas irmãs mais novas, como já acontecera antes. Superei, lutei e consegui sozinho, ser o que sou hoje, mas sempre perseguido pela ingratidão de todos quantos ajudei e apoiei. O Natal é isto, de lembranças e de correções de erros e de mudar. Mudar sozinho, lutar sem ajudas, apoios e da família, sobre a qual não há como nunca houve exemplos de valores, amizade, amor e interesse por saberem como cada um vive, sonha ou faz! Os meus Natais desde que me casei, foram diferentes, numa família que me acolheu, que me adotou e me tornou membro de direito a ser feliz, gostado e de não ser preciso impor a minha presença. Hoje, o que mais gostava que acontecesse, tal como aos amigos, poder escolher a minha família, porque a que me calhou, ninguém merece! Moral da história, devemos de gostar de quem gosta de nós, de dar importância a quem nos dá e de amar quem nos ama.

eu-pai-natal.jpg

Para quem anda distraído, hoje, sou ator de cinema, teatro e televisão, Ex-Presidente da Mesa de Assembleia de Voto autárquico pelo Bloco Esquerda na Freguesia de Campolide-2017. Escuteiro e Bombeiro dos Voluntários de Ajuda, ambos fora do ativo e 28 anos de voluntariado em várias Ipss e Ongs! Estou a criar uma marca chamada RR COPYWRITER, devido a muitas formações em multimédia e jornalismo e um blog chamado A Gazeta do Repórter. Sou a experiência viva, que se pode dar a volta á vida, sem necessitar da família.

Cresceu-me um sonho de muitos e que eu consegui concretizar. Estar em Israel. Fui como Peregrino de Jerusalém. Sei que causei uma crise de inveja familiar, que provoquei na família, quando ficaram a saber e se pensarmos bem, pode crer dizer muito! Nada sucede por acaso! Aqui deixo um pouco de quem sou e do que fiz como ator!

A minha Apresentação

20.12.20 | Rogério Rosa

Uns com tudo, outros sem Nada!

14.12.20 | Rogério Rosa

profissoes.jpg

 

Há muitas criticas sobre as profissões, ocupadas por pessoas que não têm formação para tal. Os Assistente Sociais, sobrem há muito desse mal, há Sociólogos e Educadores Sociais, a fazerem o mesmo serviço. Há por exemplo uma pessoa formada em Educação Física a exercer a profissão de Educação Social. Se isto causa repugnância, o que não causará no meio artístico, onde cantores deixam de o ser para serem apresentadores e a estrearem-se na representação. Onde apresentadores foram afastados da tv e em seu lugar, atores que agora são apresentadores. Terão culpa de tantos outros colegas no desemprego? Claro que não. A culpa, são dos diretores de programas, que têm um total desconhecimento de ética, respeito e de sensibilidade. A questão das audiências, só são possíveis, porque se trabalha com e para amigos e os que estão no ativo, aparecem sempre em todos os canais, novelas e séries. Isto é tão triste, quanto se torna normal.
Não se trata de invejas, mas de injustiças de pessoas, que se formaram, que lutaram, que se esforçaram, e que vêm outros, a aparecerem com menos experiencia,
Quem tenha outros planos b e c, ou d, como eu tenho a coisa até que não nos afeta e outros, que não têm?
Só um diretor, que por acaso é brasileiro, André Cerqueira, ex diretor da Plural, um dia disse-me: "Comigo todos os atores conhecidos trabalham com os menos conhecidos, não gosto de ninguém de fora" Isto seria o exemplo que Daniel Oliveira da Sic e Nuno Santos da Tvi, deveriam ter em conta.
src="data:;base64," width="18" height="18" />
Rogério Rosa
 

Velório de Sara Carreira com fortes medidas de segurança

08.12.20 | Rogério Rosa
Foto Cm.

O corpo de Sara Carreira chega à Basílica da Estrela pelas 14h. Onde o pai Tony Carreira também chegara.

Pela tarde vão chegando os familiares e amigos mais íntimos de Sara Carreira. Algumas individualidades e muitos famosos, que também quiseram prestar a última homenagem á Sara. Pela Basílica, foram chegando também, João Manzarra, Cristina Ferreira, Daniel Oliveira, bem como Bárbara Bandeira e Casha, ainda a ex deputada Assunção Cristas.

Não há palavras, para confortar a família. É uma dor incalculável! Uma dor dilacerante, que só quem passa ou passou por isso, consegue avaliar. Um trauma que fica para a vida toda, um lugar que fica vazio. A única menina dos olhos dos irmãos e dos pais, que estava a começar a carreira musical, Uma menino-mulher, uma pessoa humilde, doce, com tantos e tantos sonhos por realizar. Quis o destino, trocar-lhe as voltas e terminar com esses sonhos. Negro destino!

Por ser uma figura pública, bem como o pai, e irmãos, houve necessidade de impedir o público em geral de invadirem a Basílica, para se despedirem de Sara. Por um lado, porque há um recolher obrigatório e por outro, as restrição de afastamento social. Um grande dispositivo de segurança, cercando a Basílica, para que não seja possível essa invasão. No entanto, foi colocado um livro de condolências para quem o quisesse assinar, deixando mensagens de conforto, força e coragem.

Ivo Lucas, namorado de Sara e condutor do jipe, envolvido em acidente brutal e mortal para Sara Carreira, está internado no Hospital de Santa Maria no Serviço de Ortopedia. O estado é considerado grave, mas livre de perigo. Entretanto, já sabe da morte da Sara.

Arquivo de sara carreira - Mais Ribatejo

“Quando for embora o meu também vai, um coração de um pai”. Tal como diz canção, que Tony cantou com Sara, quando ela tinha 13 anos.

Alguém dizia que, a Vida são férias que a Morte dá. Mas não deixa de ser injusta. Sobre alguém com 21 anos, que tinha tanto por fazer, aprender e dar.

Paz à sua alma e que o amor seja mais forte que a morte!

Rogério Rosa – Repórter

Um brutal acidente de viação mata Sara Carreira e fere gravemente Ivo Lucas.

06.12.20 | Rogério Rosa

sara.jpg

          Sábado, 5 de Dezembro de 20202, pelas 17h na A1, um brutal acidente, que vitimou mortalmente Sara Carreira, filha mais nova de Tony Carreira e fere gravemente Ivo Lucas, ator e músico.

          Para um pai e uma mãe, não tem dor maior, incalculável e duradora. Um sofrimento sem fim! Uma menina com sonhos, com projetos, quer na música, quer em novas ideias, que já tinha para criação de roupas, etc. Doce, meiga, a dar os seus primeiros passos na música ao lado dos homens da sua vida, pai e irmãos.

          A Vida é curta demais, e num ápice tudo finda. Mas em nada se previa, que com a idade de 21 anos, acabados de fazer, que seria o último! Uma família desfeita e em choque, tal como acaba de deixar o mundo artistico. Não há palavras que cheguem para confortar a família. 

          Resta dar um abraço de força e coragem á família Carreira e paz á sua alma, que não merecia tamanho desfecho!

Resultado de imagem para simbolo de luto | Imagens de luto, Foto de luto,  Luto

             Rogério Rosa - Repórter

A Depressão a que mais Mata

02.12.20 | Rogério Rosa

 "Depressão a que mais Mata"

 

 

          Sentimentos de profunda tristeza e um progressivo desinteresse pelas atividades do dia a dia, pelo trabalho ou pelo convívio com amigos e familiares, são os primeiros sinais de alarme: uma depressão pode estar à vista.

Mas há outros sintomas, físicos e emocionais, que ajudam a identificar esta doença do foro mental. Assim acontece quando:

– Se sente triste a maior parte do dia, todos os dias;

– Tem uma sensação de vazio, inutilidade e culpa;

– Chora “por tudo e por nada”;

– Perde interesse por atividades que, antes,lhe davam prazer;

– Sente ansiedade e inquietação, sem razão aparente;

– Tem dificuldade em concentrar-se e em tomar decisões;

– Tem dificuldade em dormir ou, pelo contrário, sente vontade de dormir o dia inteiro;

– Se sente cansado a maior parte do tempo, sem justificação;

– Perde ou ganha peso sem explicação;

– Chega a ter pensamentos sobre morte e suicídio.

Mais do que duas semanas com um ou alguns destes sintomas, requer a procura de um profissional de saúde, para o ajudar.

Podem ainda coexistir outros sintomas, que por si só, não são sinal de depressão mas que devem ser considerados: cefaleias, sensação de desequilíbrio, aperto ou picadas no peito.

depressão é uma doença do foro mental que facilmente passa despercebida. Porquê? Como pode ver a maior parte dos sintomas facilmente são menosprezados pelo próprio ou atribuídos a outras causas como o stress, cansaço e outras doenças. Todos temos momentos de tristeza ocasionais, no entanto, estes sentimentos de tristeza duram pouco tempo. No caso da depressão, estes sentimentos interferem no dia a dia e provocam sofrimento ao doente pelo que é essencial estar atento aos sinais para poder atuar e pedir ajuda a tempo.

(Farmácias Portuguesas).

          Sem esquecer que com esta pandemia e restrições, tem existido cada vez mais pessoas a suicidarem-se. Este tipo de comportamento, advém da desgraça, do desemprego, da queda livre na pobreza e um brutal aumento de pedidos de ajuda.  É verdade que têm morrido muitas pessoas com o covid, mas também com depressão. Depressão, que não escolhe idades, estatuto social, figuras públicas e anónimos.Dou graças a Deus por isso. O que seria se morressem uns e não outros, se morressem pobres e não ricos ou se morressem anónimos e não figuras públicas.

          A Vida está para todos como a morte!

          Rogério Rosa - Repórter

Sou Ator Profissional

02.12.20 | Rogério Rosa

 

estilo1.jpg

 

 

Rogério Rosa

 

Sexo masculino | 1964 /6/14| Nacionalidade:

PORTUGUESA

www.facebook.com/rogerio.actor

www.youtube.com/rogerio1655

https://instagram.com/rogerio.actor/?modal=true

http://rogeriorosaactor.blogspot.pt/

 

 

 

 

 

    

 

 

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

 

RTP: _______________ ________________________________
“Ecran Mágico” – 1982
2 “Fim de Semana” – 1984
3 “Santa Casa” – 2000

 

 

4 “Casa Cheia” – 2001
5 “Emoções Fortes” – 2004
6 “O Dia do Regicídio” – 2007 4º episódio, série de 6 episódios. De Fernando Vendrell
7 “Ainda bem que Apareceste” – 2007 Apresentado por Virgílio Castelo
8 “Vila Faia” – Remake, papel de “Apostador Mafioso” no Clube de Combate – Novembro de 2007/Março de 2008
9 “Liberdade 21” – sério de 52 episódios no papel de “Toxicodependente” numa participação especial - 2008
10 “Conexão” – Realizado por Leonel Vieira, no papel de “Carregador de Droga” – 2008

11- “Água de Mar”- Novela. Papel de “Vitor”. Setembro de 2014



SIC:___________________ _______________ __________ __
1 “O sono da Verdade” – 2005
2 “Roda dos Milhões” – 2005
3 “Resistirei” – Novela, papel de “Mendigo” – 2007
4 “Rebelde” – Novela, papel de “Electricista” – 2008
5 “Perfeito Coração”- Novela, onde faço um papel de”Recluso”-2009


TVI:_______________________________ ____ ______ ______
1 “Caras Lindas” – 2001
2 “Big Brother Famosos” – 2003
3 “Doce Fugitiva” – Novela, papel de “Recluso” – 2007
4 “Vidas Reais” – Nos papéis de “Manuel Travassos” e “Norberto Costa” – 2002
5 “Morangos com Açúcar” – No papel de “Trolha” – 2008
6 “Ela é Ele”- Serie, onde faço o papel de ”Policia”.


CINEMA:


“O Buraco” - de Miguel Gaudêncio, Papel de “Trolha”- 2006.
“Aqua” - de Leonardo Antonio, Papel de “Taberneiro”- 2006.
“Sans Arme” de Jean Paul Rodriguez, Papel de ”Paraplégico Americano” – 2007.
“Corrupção” – de João Botelho, Papel de Adepto do FCP – 2007.
“O Contrato” - de Nicolau Breyner, Papel de ”Assassino”-2008.
“As Maltratadas” de Ana Campina, Papel de”Manuel Patolas”, um “doente mental”-Novembro de 2008
“ Meson Couse”. Filme francês. Papel de”Patrão de Bordel”. Outubro de 2009
"O Barao". Filme de terror. Papel de"Criado da taberna"- Novembro de 2009.

“O Tenente” de Rafael Martins. Realizado no Hospital Miguel Bombarda. Papel de”esquizofrénico”.- 2010

“ O Quadro” de Diogo Andrade”. Um dos 4 protagonistas, no papel de ”segurança de galeria”-  Março de 2013

 

“Nada Acontece por Acaso”. Realizado por Vitor Bom Norte. Papel de ”Rogério”, um sem-abrigo. Actor fixo.- Dezembro de 2014

bar de alterne”.

 “O Esquema” de Alberto Rocco“We Are Desperete” de Ana Lucia Duarte. Figuração Especial. Papel de “Cliente de. Papel de”Boris” Dezembro de 2014.

s”-Março/Julho-de 2015

“Reflect Spot”- de André Gomes. Papel”Patrão”- Janeiro-2016. Universidade Lusófona.

“Outro Filme da Morte” de André Viuvens- Março-2016. Papel de”Morte”.

“Spot Axe”. Realizado no Restart. João Teles. Papel de”Empregado de Limpeza”-Maio-2016

“Absolut Red” de Elisabete Martins. Papel de”Cego”-Junho-2016“Delírio em Las Vedras” de Edgar Pêra. Papel de ”Carrasco” e “Romano”. Fevereiro-2015

“Vidas com Sentido” de José Dionísio. Papel de ”Mário”-Junho-2016

“Four a Kind” de Tiago Arede-Março-2017. Papel de”Maníaco”

 WORKSHOPS:

“Representação em TV” - de Tininha Araújo, Realizador de Novelas. Realizado na Casa do Artista de 1 a 6 de Outubro de 2007.
“Castings”, Realizado na Agência LUXUS - Escola de Estrelas, Realizado a 6 de Outubro de 2007.
Workshop “Teatro e Inteligência Emocional” Com Thiago Justino dia 1 de Novembro de 2007. Realizado na Associação Sorrir.
Workshop “Técnica do Actor perante a Camera de TV e Cinema/Expressão Dramática”, Realizado no Teatro Malaposta por Marcantonio Del-Carlo de 1 a 15 de Julho.

Oficina Teatro/Espectáculo “Mima Fatáxa”.  Cordenado por João Sousa Cardoso. Duração de 7 dias. Ensaios e espectaculo. Realizado no Teatro Maria Matos de 2 a 8 de Fevereiro de 2015.

TEATRO:
“Marco, um Produto de Esgoto da Cidade” – Integrado no 1º Festival da MALTA (1º Lugar no Festival Amador de Teatro – 1984.
“Auto dos Reis Magos” de Gil Vicente, Papel de “Belchior” - 1977
“O Astro” de Janet Clair, Papel de ”Herculano” - 1978
“A Loja do Mestre André”, de António M. Couto Viana – 1984.
“Acabou a Guerra”, Realizada na Casa do Artista, Papel de “Soldado Tripeiro” – 2007.
“As Faces de Lisboa” de Paulo Santos. O meu personagem de ”Compére”., a realizar-se em Novembro de 2009, na Academia Recreio Artístico da Baixa.

“A Orga” de Fernando Lobo. Personagem”Vulto”. Estreia marcada para 14 de Dezembro de 2014 na Academia Recreio Artistico.


Frequência em 2 Cursos de Formação de Actores:
Artemaxima - 2004
Escola de Artes – 2007
A frequentar o curso de Expessao Dramática no Chapito com duração de 3 anos. Orientado pelo Professor Bruno Schiappa - Outubro de 2009.

Espírito Rebelde” – Série Juvenil a ser transmitida na net no Blog -> baiadosol.blospot.com – Papel de Vilão ”Pedro um Professor sem Escrúpulos” - A ser Gravada para TV em 2009.
Apresentador do concurso “A melhor voz de todos nós” na RTP2 – 1989.
Intérprete da canção “Pecados de Estudante” no Festival da Canção da Acapo – 1996.
Marchante da Marcha de S. Vicente de Fora entre 1998 a 2000.
Gravação de CD por ocasião da Marcha do Século e do 
Milénio – 2000.
Participei na música “Na marinha” dos Fúria do Açúcar – 2000.
Participei no Anúncio ”Iglo” como ”Pescador-Contrabandista”.
Anúncio da ”Iglo”- 14/05/08.
Anúncio para a ”Optimus” - 04/06/08.

No 1º evento VIP da inauguração da Toyota Tour, fiz uma figuração especial de”Dallai Lama. Promovido pela agencia GO-1 de Outubro de 2009.

APRESENTAÇÃO:

 

  • Concurso” A Melhor Voz de Todos Nós”. Realizado no Instituto Antonio Feliciano de Castilho- 1989
  • Concurso”Super Show ao Vivo”. Realizado no IAFC- 1989
  • Espectaculo de angariação de fundos para Fabio Paredes. Realizado no salão de festas da Junta de Freguesia de Alcântara em Maio de 2014
  • Festival imigrArte-Multiculturalidades. Realizado no ateneu comercial de lisboa, nos dias 15 e 16 de novembro de 2014. Promovido pela associação inigrante de solidariedade.

  •  Nomeado para Melhor Actor Secundário na Categoria de Cinema-2014- PRÉMIO DREAMS SHORT AWARDS-2015
  •  Vencedor do Prémio Short Awars-2015 como melhor actor secundário de curtas metragens.

 

Participação Especial na Gravação de sketch com os ”Novos Parodiantres de Lisboa”-Março-2015 

                    Professor de Teatro na Universidade Sénior- Ano Lectivo                             2016/Regime de voluntariado.

Frequência de Formação Profissional em Animação Sociocultural. Promovido pelo IEFP- Inicio 3 de Outubro a 8 de Novembro de 2016.

Freuência do Curso de Teatro com o Claudio Hochman. Casa do Brasil. Inicio a 3 de Outubro a 28 de Junho de 2017.

 

Pág. 1/2