Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Gazeta do Repórter

Informar e acompanhar a cultura, desporto e reportagens. Dar voz a quem não a tem e dar destaque a quem merece ser destacado!

Morreram os Atores António Cordeiro e Licínio França

31.01.21 | Rogério Rosa

Pode ser uma imagem de 1 pessoa

Licinio França:

Mais um ator e músico se despede. Conheci o Licínio em Abril de 1984, participou com a então esposa, a atriz Noémia Costa no "Festival da Malta-84", Estreava-me eu como ator aos 19 anos na Academia de Santo Amaro. Era a minha primeira vez em palco e em público. Lembro-me, que a sala estava cheia. Era um festival e eu, um concorrente e eles, artistas convidados. Precisei depois do micro de lapela e um deles emprestou-me. Eu, timidamente, nem conseguia quase dizer o monólogo, mas depois, acabei por fazer bem e até ao fim. Eles, falaram comigo antes e deixaram-me mais á vontade. Fui avaliado pelo júri do festival, por Fátima Medina, Maria dos Anjos, que substituíra Carlos Castro e Fernando Pessa. Paz á sua alma!

António Cordeiro:

Cruzei-me com o António na novela "Vila Faia", onde era diretor de atores e depois, num episódio da série "Liberdade 21", como diretor de atores, acabou por me dirigir, numa das cenas que fiz com o ator Rui Neto. Um excelente profissional, que me deu as dicas quem eu, precisava, já que  ainda não tinha as técnicas necessárias. Generoso, simples, Um Senhor!
OBRIGADO ANTÓNIO! Paz á sua alma!
#fiquememcasa
#rogeriorosareporter

Morreram os Atores António Cordeiro e Licínio França

31.01.21 | Rogério Rosa

Pode ser uma imagem de 1 pessoa

Licinio França:

Mais um ator e músico se despede. Conheci o Licínio em Abril de 1984, participou com a então esposa, a atriz Noémia Costa no "Festival da Malta-84", Estreava-me eu como ator aos 19 anos na Academia de Santo Amaro. Era a minha primeira vez em palco e em público. Lembro-me, que a sala estava cheia. Era um festival e eu, um concorrente e eles, artistas convidados. Precisei depois do micro de lapela e um deles emprestou-me. Eu, timidamente, nem conseguia quase dizer o monólogo, mas depois, acabei por fazer bem e até ao fim. Eles, falaram comigo antes e deixaram-me mais á vontade. Fui avaliado pelo júri do festival, por Fátima Medina, Maria dos Anjos, que substituíra Carlos Castro e Fernando Pessa. Paz á sua alma!

António Cordeiro:

Cruzei-me com o António na novela "Vila Faia", onde era diretor de atores e depois, num episódio da série "Liberdade 21", como diretor de atores, acabou por me dirigir, numa das cenas que fiz com o ator Rui Neto. Um excelente profissional, que me deu as dicas quem eu, precisava, já que  ainda não tinha as técnicas necessárias. Generoso, simples, Um Senhor!
OBRIGADO ANTÓNIO! Paz á sua alma!
#fiquememcasa
#rogeriorosareporter

Rogério Rosa, testa positivo á Covid

25.01.21 | Rogério Rosa

estilo1.jpg

Eu já calculava que era o mais provável, que o teste me ia dar positivo. Quando me desloquei ao Centro de Saúde, já calculava o que me iam dizer, tanto mais que já havia uma pessoa positiva em casa. A tosse era persistente, horrorosa, mas era só isso. Não havia perda de olfato nem sabor nem febre sequer. Tudo normal.

Fui fazer o teste e veio a confirmação. Agora é continuar todos os cuidados e a ver se este fdp se vai embora de vez.

É uma era trágica de milhares de mnortes por covid, também o consolo de milhares de recuperados. Quando achamos que o ano 2020 era mau, este 2021 não está a ser melhor. Mas ter fé, esperança e levar a vida como se não se tivesse nada. Ter cuidados e desinfetar tudo e cara alegre!

 

Falecimento da Atriz Natália de Sousa e a Demagogia dos Diretores de Programas!.

15.01.21 | Rogério Rosa
 

          Faleceu a Atriz Natália de Sousa, co- fundadora do Teatro Adóque. Trabalhou com Herman José em "O Tal Canal" e em "Hermianas". Participou no reality-show "Circo das Celebridades" da tvi.

         Todos souberam das tremendas dificuldades pelas quais ela passou, sem dinheiro, a receber ajudas de pessoas amigas ou vizinhas. Chegaram a fazer uma reportagem sobre isso. Algum canal a chamou8 para apresentar algum programa? Novela? Nada! Pelo contrário, continuaram a ignorar a situação, em quanto davam trabalho a amigos e davam oportunidades a outras pessoas em novelas e apresentação, que nunca se esforçaram, nem sequer se formaram para tal.  Hoje, é sempre possível para as pessoas tirarem o lugar a quem de direito. Músicos, que nunca foram atores e que hoje são. Atores que nunca foram apresentadores e hoje são, mas obviamente, a culpa é dos diretores de programas e do entretenimento e ficção. São estes, que têm a faca e o queijo na mão e darem trabalho a atores e apresentadores e dar a mão a amigos, que nunca fizeram nada por merecer!

          Natália de Sousa, foi desprezada por todos, amigos incluindo, amigos que podia ajudar e a incentivar, a darem-lhe de novo trabalho. Agora que morreu, choram, lamentam, etc! A mim fazem o mesmo, quanto mais a quem era conhecido.

          Pedi vezes sem conta a Daniel Oliveira que nunca leu os meus emails e a Cristina Ferreira, que chegou a entrevistar-me há 12 anos no "Você na Tv". Quando foi para a Sic, continuei a mandar emails e nunca obtive qualquer resposta. Sou ator há 35 anos de cinema, teatro e tv, mas nunca reconhecido, nem conhecido por falta de ser amigo deles!

Morreu Carlos do Carmo

01.01.21 | Rogério Rosa

carlos.jpg

 

Morreu hoje de manhã no hospital de Santa Maria, em Lisboa.
O fadista de 81 anos faleceu esta manhã no hospital Santa Maria em Lisboa, onde ontem tinha dado entrada com um aneurisma.
Dono de uma das maiores vozes do fado, Carlos do Carmo deixa à cultura portuguesa canções como "Lisboa Menina e Moça" ou "Os Putos".
O músico foi o maior intérprete de fado depois de Amália Rodrigues.
Foi também o primeiro e único intérprete do Festival da Canção de 1976, depois da revolução de abril.
Tinha-se despedido dos palcos em 2019 com dois concertos nos Coliseus de Lisboa e do Porto.
Carlos do Carmo tinha 81 anos.

Morreu Carlos do Carmo

01.01.21 | Rogério Rosa

carlos.jpg

 

Morreu hoje de manhã no hospital de Santa Maria, em Lisboa.
O fadista de 81 anos faleceu esta manhã no hospital Santa Maria em Lisboa, onde ontem tinha dado entrada com um aneurisma.
Dono de uma das maiores vozes do fado, Carlos do Carmo deixa à cultura portuguesa canções como "Lisboa Menina e Moça" ou "Os Putos".
O músico foi o maior intérprete de fado depois de Amália Rodrigues.
Foi também o primeiro e único intérprete do Festival da Canção de 1976, depois da revolução de abril.
Tinha-se despedido dos palcos em 2019 com dois concertos nos Coliseus de Lisboa e do Porto.
Carlos do Carmo tinha 81 anos.