Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Gazeta do Repórter

Informar e acompanhar a cultura, desporto e reportagens. Dar voz a quem não a tem e dar destaque a quem merece ser destacado!

Livros de Saúde no Lixo. A Cultura pelas Ruas da Amargura

19.05.22 | Rogério Rosa
 

 

Estou a frequentar o curso Técnico Auxiliar de Farmácia, que contém 44 ufcds. 

Uma dessas ufcds, tem por designação de Sistema Imunitário. Aprender o Sistema Imunitário, células, corpo humano, e um sem número de outros temas ligados ao mesmo, ou seja, Saúde.

O que facto do curso não estar a correr bem, nem haver neste momento motivos de entusiasmo, mas os conteúdos têm valido apena. Tem se aprendido muita coisa, que só ouvíamos falar e doenças bem estranhas e também, aprendermos a conduta profissional. Saber atender o cliente e ter um olhar diferente do outro lado do balcão.

Mas, o que me fez escrever este artigo, foi a continuação de saber e por vezes ver muita coisa no lixo. Cabazes quase inteiros de alimentos, que foram levantar e um qualquer banco alimentar que depois acabam de deixar no lixo. 

Não e consegue perceber o porquê da quantidade de alimentos e de livros no lixo, quando há muitas opções de fazer chegar a quem mais precisa e de gente, que gosta tanto de ler e de se atualizar. Um livro é um amigo, que nunca nos trai, que nos transporta a um mundo tão diferente do nosso. Dá-nos a conhecer culturas, gastronomia, gentes de terras tão diferentes, quer dentro ou fora do país, de Norte interior, Centro e Sul, interior e litoral, mas sempre sem sair do lugar. Muitas vezes, manifesta em quem lêe, uma vontade de viajar fisicamente e não só através da leitura. Por outro lado, a Vontade de sermos nós a escrever crónicas de viagens ou contos.


 

Na passada 6a. feira, a minha esposa vida do trabalho, passou pelos contentores e viu um saco com livros. Trouxe-os para casa e ao tirá-los, percebi que eram todos de Saúde. Como se vê na imagem. Um de suplementos e outro mais ligado á Juventude Duradoura Mais Anos, 2 livros de Enciclopédia Médica e um livro do Prof. Doutor Manuel Pinto Coelho, chamado "O Segredo do Sistema Imunitário"

 

Que leitores há hoje em dia? Gente que lê as revistas cor de rosa, jornais desportivos. Pouca gente se vê a lerem livros, no entanto já foi pior. Hoje, começamos a ver bastantes pessoas a lerem no metro e autocarros, muito embora esteja a entrar num bom vício. Mas, também se assiste a muita gente com telemóvel para irem ás redes sociais, wattsap, ou mesmo no chat.

A mim que estava com a ufcd sobre Sistema Imunitário foi uma enorme surpresa e satisfação. Depois, procurei o seu autor  do livro e fui á sua Clínica para que o mesmo me o autografasse e aproveitei e, tirei uma selfie com ele. Homem simpático, aceitou sem questionar.

No entanto, não deixo de estar triste pela forma como a cultura é tratada e desprezada no lixo, mas graças a Deus, há sempre alguém que beneficia dessa mesma leitura e pude assim, aprender mais.

A pandemia foi um pretexto para que se começasse a interessarem-se por ler. O confinamento era propício e assim, nasceram novos escritores, novos bloggers. O que era preciso é inovar e reinventarmo-nos.

#livros, #culturanolixo

#rogeriorosa

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

anúncios