Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Gazeta do Repórter

Informar e acompanhar a cultura, desporto e reportagens. Dar voz a quem não a tem e dar destaque a quem merece ser destacado!

Bairro da Serafina Constrói "Espaço Cheios de Vida"!

24.06.22 | Rogério Rosa

1656235175384.jpg

Pode ser uma imagem de 1 pessoa e texto que diz "BIBLIOTECA ECOZINHA COMUNITARIA ARIA ESPAÇO PARA FESTAS EREUNIÕES INSCRIÇÕES ABERTAS PLANTAÇÃO DE SEMENTES BOXE, ZUMBA, CHeioS BODY BALANCE VIDA EOUTRAS ATIVIDADES ESPAÇO CHEIOS DE VIDA UM ESPAÇO COMUNITARIO EINTERGERACIONAL DE TODOS E PARA TODOS DAS 10h00 AS 22h00 MAIS INFORMAÇÕES EM: www EDUCACAOPOPULAR.ORG CHEIOSDEVIDA@GMAIL.COM OU 213 882 675. CONTACTE-NOS EDIGA-QD DIGA-NOS GOST ARIA NESTE ESPAÇO SUA FREGUESIA SERAFINA"

Esta manhã, 4a. Feira, 22 de Junho de 2022, fui visitar o novo espaço comunitário e intergeracional de todos e para todos, cujo funcionamento é das 10h ás 22h.

O André Azevedo, que me fez a visita guiada, é um dos responsáveis do projeto. Foi-me descrevendo e falando em cada divisão por onde iamos passando, sobre o que irá ocupar cada divisão. Uma excelente ideia do projeto Bip-Zip, promovido pela Câmara Municipal de Lisboa e com uma das parceiras, a Junta de Freguesia de Campolide. Este projeto implementado vem dar ao bairro a socialização que se espera, respeitável e envolvente. É preciso, que tenha as condições necessárias e que seja consensual entre os seus residentes.  

educacao popular 4.jpg

Esta espaço tem o nome do que é vivenciar e experimentar, um pouco de tudo. Desde a biblioteca, para quem gosta de ler descansado, de partilhar histórias com crianças, podendo ser um contador de histórias ou simplesmente doar livros, quando já ocupa demasiado espaço na sua casa. Quer mesmo, lançamento de livros. Pode ser um bom motivo para que algum residente tenha alguma ideia de vir a escrever algum livro e, usar a biblioteca para o efeito. Depois, passámos á sala, onde já se treina o Boxe. o "Boxe Serafina Team",  juntando-se o Karaté, Kickboxing e body-balance, quem sabe Jiu Jitsu, Muhai Thai e ou Judo. Haverá certamente, a possibilidade de vir a existir mais algumas modalidades. Passando por outra sala, a que será de convivio e a cozinha Comunitária. A cozinha Comunitária, serve para que todos possam comungar do mesmo e das mesmas necessidades. Penso que se pode olhar para as pessoas idosas e não só, que vivem sós e sem companhia e que possa ver neste espaço, a sua 2a casa. Para quem não tenha condições de cozinhar ou por outras incapacidades, podem ver neste espaço, a solução. Não é por acaso, que se chama Espaço Cheios de Vida! Já funciona.

O Espaço tem espaço, salvo a redundância para workshops, a começar por um que está a funcionar, "Plantar Sementes biológicas". No fundo, criar produtos biológicos, num tempo em que está a encarecer a vida nos mercados, devido á Guerra da Ucrânia e á subida dos combustíveis! É essencial olhar para uma população idosa e também para crianças, adolescentes e adultos, que por vezes têm dificuldades de relacionamento, difíceis de criarem empatia e saberem como se aproximarem de outras crianças da mesma idade. Adolescentes que têm gostos bem diferentes uns dos outros e aqui, criarem uma uniformização em que se encontre o maior número possível de atenção. Aqui, podem desenvolver as suas músicas rapper`s, onde se podem exprimir e criarem os seus graffitis, que em alguns muros têm ficado embelezados.

Em qualquer bairro tem de existir cultura e desporto, mas não a mesma cultura ou desporto, que existe no bairro ao lado. A diferença, é fazer o que outros não fazem, ter o que outros não têm e, fazer com que não seja preciso saírem do bairro e terem, o que mais precisam, seja uma sala de ginásio, onde podem treinar, uma biblioteca onde podem ler, assistir a palestras ou uma sala onde podem ter as crianças ocupadas, enquanto o pai ou a mãe, estão a treinar ou a colaborarem em alguma atividade. Sem esquecer, que os idosos precisam de se exercitar, podendo existir uma bicicleta fixa ou terem cardiofitness. O convivio, é essencial para a partilha. Ninguém gosta de viver em solidão e é á na noite, que se reflecte mais, por outro lado de dia, há que ter presente, que tem de haver motivos para que algumas dessas pessoas, possam saír e conviver. Podem inclusive, aprenderem coisas novas, colaborarem na cozinha comunitária e ou participarem em workshops de colinária, costura ou artesanato por exemplo, ou até simplesmente conversarem. Dar aos jovens e adultos um espaço, onde possam fazerem o que mais gostam, música, jogos tipo matraquilhos ou bilhar e conviverem uns com os outros.

Qualquer que seja o bairro, não faz as pessoas, mas sim o contrário e têm de ser os residentes, a cuidar dele, dar-lhe vida, luz e cor! Se assim acontecer, prevenir-se-á muita criminalidade, pois é praticado por gente desocupada, sem rumo, sem metas de vida e sem vontade de mudar ou a precisarem de um incentivo para uma mudança e orientação.

Algumas pessoas criaram este projeto para que haja cada vez mais uma transformação no bairro, para um presente, que se quer saudável e livre de preconceitos e um futuro mais atrativo! Espera-se, que haja a colaboração de todos para que todos estejam envolvidos, aceites e que não tenham de procurar noutros bairros, aquilo que lhes farão felizes!

O Espaço Cheios de Vida, tem de ser isso mesmo, encher a Vida da população residente, mas isso só poderá ser possível se todos se interessarem, se empenharem e se envolverem na Educação Popular, que não tem a ver com o ensino escolar, mas com o Ensino não Formal! O espirito de entreajuda foi o principal motor, que um grupo de pessoas arregaçou as mangas e remodelaram, pintaram e deram vida ao espaço a titulo gratuito, para que outros e eles mesmos, venham a usufruírem o que ajudaram a reconstruir.

A foto, que acompanha este artigo tem lá tudo sobre o "Espaço" e os seus objetivos. Procurem nas Redes Sociais como o Facebook:

https://www.facebook.com/externatoeducacaopopular/posts/2699417503535665/

Podem ainda seguir o site do Externato Educação Popular e não esquecer de apoiar, ajudar e de se inscreverem para as artes marciais, Zumba e plantação de Cultura Biológica. No entanto há um espaço de venda de roupa, que também faz do espaço, uma maneira de ver o outro lado da ajuda e futuramente um serviço de cabeleireiro, que vai ajudar as pessoas mais idosas de se sentirem bem com elas mesmas, levantar-lhes a auto-stima, bem como outras mulheres.

Obrigado André e que o projeto vingue. O Bairro da Serafina sairá mais fortalecido e que esteja Cheio de Vida!

PS: Não é uma reportagem, mas sim, um simples artigo de opinião do autor!

#rogeriorosa

#educacapopular.espacocheiasdevida

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

anúncios