Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Gazeta do Repórter

Informar e acompanhar a cultura, desporto e reportagens. Dar voz a quem não a tem e dar destaque a quem merece ser destacado!

Encontro com o ator brasileiro Paulo Betti no Teatro A Barraca e o Confronto sobre Regina Duarte!

28.01.20 | Rogério Rosa

encontro.jpg

          ´sempre uma grande emoção quando temos a oportunidade de conhecer ao vivo os atores brasileiros, que desde 1978, aproximadamente se tornaram a nossa referência. Desde as novelas "Gabriela", passando por "O Casarão", "Ciranda de Pedra", "Sinhazinha Flô", "Escrava Isaura", " Olhai os Lírios do Campo", "Dona Xepa", "O Astro", "Roque Santeiro", "Ciranda Cirandinha" até ao emblemático "O Sitio do Picapau Amarelo", sem esquecer" O Pai Heroi", Top Model", "Baila Comigo", "Dancing Days", "Água Viva" ou "Kanaga do Japão". Todas nos inspiraram e todas nos mostraram como ser ator!

          Hoje, há de facto um intercâmbio entre Portugal e Brasil. Hoje, há atores portugueses a trabalharem na Globo, mas sem esquecer que no passado houve uma atriz portuguesa, que participou na novela "O Casarão", a saudosa atriz Laura Soveral. Mais tarde, foi a vez de Paulo Pires e Marques Arede na novela "Salsa e Merengue e só depois, chegou a vez de Maria João Bastos, Ricardo Pereira, Joana Solnado, Paulo Rocha, Gonçalo Diniz e Pedro Carvalho.

          Ontem, fui até ao Teatro A Barraca e conheci o grande Paulo Betti. Ouvir as suas opiniões sobre a carreira, a política no Brasil e tudo o que o povo português quer saber. Está em Portugal para apresentar o seu espetáculo "A Minha Autobiografia Autorizada" com o apoio Globo. Eu estava mortinho para lhe fazer aquela pergunta, que sabia ou calculava ser tabu no meio artistico brasileiro, Regina Duarte e a saída da Globo ao fim de 50 anos de lá trabalhar para o Governo de Bolsonaro. Aproveitei também ter já o meu podcast RADAR DE INFORMAÇÃO, fiz a pergunta e gravei o comentário. De inicio como ninguém esperava tal ousadia, fez-se um ruído no bar do teatro entre atores e não atores presentes, pois já calculavam, que a pergunta inesperada iria surtir efeitos no público e no próprio Paulo Betti. Seja como for, foi fantástico conhecê-lo. Antes disso, tirei uma sélfie com ele e apresentei-me como ator com limitações visuais, único no ativo que fez novelas, cinema e teatro e curiosamente, fiz ali na A Barrraca, um monólogo chamado "Baco, Deus do Vinho", fazendo parte de um grupo de teatro 12 em regime de crawfounding para uma peça em tamanho maior e co-participada pela contribuição do público. Ele simpáticamente ouviu com interesse e ficou muito satisfeito pela coragem e pela forma como me mantenho, numa área tão complexa, mas ao mesmo tempo, tão boa!

https://anchor.fm/radar-de-informacao/episodes/Poema-de-Manuela-Baptista--ditto-por-Rogerio-Rosa-eaf1oi?fbclid=IwAR2cO2VFjWNRSbpNJPCa5QEfDFq86mop9szUUP8k7pzL6e7M1H5feU0PJsk