Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Gazeta do Repórter

Informar e acompanhar a cultura, desporto e reportagens. Dar voz a quem não a tem e dar destaque a quem merece ser destacado!

O QUE HÁ EM COMUM ENTRE O ATOR PEDRO LIMA E O ATOR BRASILEIRO DOUGLAS BARCELLOS?

21.06.20 | Rogério Rosa

 

Pedro, deixaste um grande vazio em todos nós. Trabalhei contigo num filme de Nicolau Breyner, onde eu fazia a personagem de assassino que estava a ali para te apanhar no Hospital, ironia? Não, apenas trabalho. Não eramos amigos, mas colegas. Sempre desde o inicio da tua carreira, que eu a acompanhava. Eras brilhante! Agora vem a parte dos ses. Se tinhas a depressão controlada, se estavas a construir a casa de sonho, se até já tinhas regressado ao trabalho, o que se teria passado então? Não podias controlar a autoestima, impedindo-a de baixar? Para mim, foste para a praia pensar, refletir na vida e escorregaste, caindo da falésia por acidente. Acho que não querias abandonar quem mais amavas, acho que não querias deixar este grande vazio. Não foste mais um ator que nos deixou, mas sim, o Ator, e um verdadeiro ser humano, que apenas foi em digressão com uma peça em que só tu e o Filipe Duarte iriam participar e quiseste ir mostrar-lhe e ensaiares com ele! Que Deus te receba como tu mereces e pede por todos nós e que Deus não desampare a tua mada família” Fica em paz!!

Estreia absoluta como ator de elenco com um papel bem difícil de “Esquizofrenia”, uma grande produção com o Brasil e Estados Unidos. Trágica morte de um dos atores principais no fim das filmagens. Actor brasileiro Douglas Barcellos, que se suicidou logo a seguir as filmagens. O filme chamado “As Maltratadas” de Ana Campina

Quando participei no filme em 2008, uma superprodução Portugal/Brasil/Estados Unidos, foi de facto a união nesse projeto de atores portugueses, brasileiros e americanos. Este projeto teve 2 versões, portuguesa e Inglês americano e eu curiosamente participei nas 2 versões.

Gravámos em Novembro até 18 de Dezembro em Portugal, mais propriamente em Carcavelos e Paço de Arcos. Eramos bastantes, entre ensaios e marcações de cenas, mas o Douglas, que era um dos protagonistas em nada fazia prever, que 5 dias após as filmagens não quisesse seguir para o Brasil com o resto da equipa e se suicidasse na praia de Carcavelos. O que mais intrigou foi o facto de ele ter morrido afogado quando era foi campeão do Brasil de natação. Logo a noticia não se fez esperar, até porque o filme estava ainda no segredo dos deuses e teve de ser revelado á imprensa portuguesa e brasileira”

Morte do modelo e ator carioca Douglas Barcellos ainda é mistério em Portugal.

O modelo carioca Douglas Barcelos, que trabalhava nos Estados Unidos, foi encontrado morto em Portugalmodelo carioca Douglas Barcelos, que trabalhava nos Estados Unidos, foi encontrado morto em Portugal

O sonho do modelo e ator Douglas Barcellos, de 33 anos, de se tornar astro de Hollywood terminou tragicamente na madrugada da última quarta-feira, na cidade de Cascais, em Portugal. Ele foi encontrado morto entre rochas à beira mar, com marcas no pescoço, o que levantou suspeitas de agressão. A polícia portuguesa investiga se a causa da morte foi acidental ou se o rapaz foi assassinado. Douglas estava em Portugal atuando na produção “Maltratadas”, sobre tráfico de mulheres.

Residente na Ilha do Governador, a família de Douglas foi informada da morte do ator na véspera do Natal. Chocados, os parentes enfrentam agora outro drama.

– Estamos desamparados, não há verba do governo para ajudar no traslado do corpo de um brasileiro, trabalhador, que morre no exterior. Nós não temos posses e soubemos que ficaria em torno de 12 mil euros – diz Leandro Barcelos, irmão de Douglas.

Relação turbulenta

Hoje, será divulgado o laudo da autopsia. Caso as circunstâncias da morte sejam esclarecidas, o corpo será liberado para o sepultamento.

Meu irmão não era aventureiro, trabalhava há mais de dez anos no exterior em uma carreira construída com muito esforço

– Espero que tenha sido um acidente. Meu irmão não era aventureiro, trabalhava há mais de dez anos no exterior em uma carreira construída com muito esforço – diz Leandro.

A família está chateada com notícias divulgadas na imprensa portuguesa. De acordo com o jornal português “Correio da Manhã”, um amigo de Douglas afirma que o rapaz tinha uma relação conturbada com seu agente, Enzo Lamblet. A publicação divulgou trechos de e-mails do brasileiro ao amigo, nos quais acusava o empresário de queimá-lo no mercado.

Em entrevista ao site G1, o ator Felipe Camargo, que também participava do filme e é agenciado por Lamblet, afirma ser “absurdo” levantar suspeitas sobre o empresário. Ele relatou episódios que chamaram atenção para o comportamento do ator:

– O Douglas mergulhou, só de cueca no Tejo e estava muito frio. Ele falava que a máfia italiana estava atrás dele e que o marido de uma atriz, que também participava do filme, era um cara perigoso e o estava vigiando.

Segundo o “Correio da Manhã”, o taxista que levou o ator de Lisboa a Cascais na noite de terça-feira prestou depoimento sábado. O modelo não teria pago a corrida e durante o trajeto parou em vários bares à procura de um amigo. A polícia quer localizar esse amigo.

‘Era o momento de decolar’

Em um telefonema para a mãe, Douglas Barcellos anunciou que 2009 seria o seu ano profissional.

– Meu irmão era muito determinado. Ele contou que vários trabalhos seriam lançados nos Estados Unidos e dariam um gás na carreira dele. Era o momento de decolar. Ele batalhou muito por esse momento, faz teatro desde os oito anos e estava nos Estados Unidos há mais de dez – lamenta o irmão, Leandro.

Além de um dos protagonistas da produção “Maltratadas”, Douglas fez uma participação no longa ” He’s just not that into you” (“Ele simplesmente não está tão afim de você”), estrelado por Jennifer Aniston, Jennifer Connelly e Scarlett Johansson. Ele morava na Califórnia e, segundo o irmão, não era casado.

O que têm em comum com o Pedro Lima? Era um brilhante modelo e ator brasileiro e sempre fez o que mais amava fazer, representar. Claro que o que afasta do Pedro, o passado do Douglas de violência doméstica, que o seu pai exercia sobre ele e a mãe e por ironia do destino, fez neste projeto, um papel de agresssor!